28 de junho de 2015

RELATÓRIO: Brasil usa quatro vezes mais cocaína que média mundial

País tem o maior mercado da droga na América do Sul, segundo divulgou a ONU

- CACAINE USERGenebra, Suíça. O Brasil se transforma em um dos maiores mercados para a cocaína, com uma prevalência que supera a dos Estados Unidos e atinge mais de quatro vezes a média mundial. Os dados foram divulgados pelo Escritório de Drogas e Crimes da Organização das Nações Unidas (UNODC, na sigla em inglês), que também revela que o Brasil passou a ser o maior centro de distribuição de cocaína no mundo da última década, citado em 56 países como o local de trânsito da droga.

“Um número inaceitável de consumidores de drogas em todo o mundo continua a morrer prematuramente, com uma estimativa de 187,1 mil mortes relacionadas com as drogas em 2013”, indicou no relatório o diretor geral do UNODC, Yuri Fedotov.

Segundo a ONU, a produção de coca no mundo parece ter atingido seu ponto mais baixo desde 1990. O informe também aponta para uma contração nos mercados dos Estados Unidos e da Europa. Mas é o consumo na cocaína na América do Sul que mais preocupa. As taxas sul-americanas são hoje três vezes a média mundial, e parte do aumento teria ocorrido pelo crescimento dos mercados no Chile e na Costa Rica.

“Mas o aumento do uso de cocaína na região é liderado pelo aumento do uso no Brasil, que é o maior mercado de cocaína na América do Sul”, alertou a ONU. “Apesar de não haver uma pesquisa recente no Brasil, extrapolando dados a partir de pesquisas com estudantes universitários, a UNODC estima que a prevalência do uso da cocaína seja de 1,75% da população adulta do país”, indicou.

O dado se contrasta com a estimativa da ONU de que a cocaína seja consumida por 0,4% da população adulta mundial. Se ela continua elevada na América do Norte e na Europa, o informe revela também que existe uma “tendência geral de queda” nesses mercados.

Trânsito. O Brasil ainda foi mencionado 1.700 vezes como país de trânsito de droga entre 2005 e 2014. Em termos de citações, é superado pela Argentina, mencionada em cerca de 2.100 casos em dez anos. Mas o número de países que indicaram o Brasil é o maior do mundo, revelando que o território nacional seria a maior base de exportação da droga. “Por conta de sua posição geográfica, o Brasil tem um papel estratégico no tráfico de cocaína, e os confiscos dobraram no país em 2013 para mais de 40 toneladas”, pontuou a ONU.

Queda

Produção. Em 2013 cultivaram-se 120,8 mil hectares de folha de coca no mundo, 10% menos que no ano anterior.
Fonte: O Tempo
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Portal Coronel Ezequiel

Copyright © Portal Coronel Ezequiel |