18 de agosto de 2015

Câmara pode abrir impeachment contra Dilma antes de decisão do TCU

gettyimages-474875432
Estadão.
Um dia após as manifestações em todo o País pedindo, entre outras questões, o afastamento da presidente Dilma Rousseff, o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), disse que a Câmara não precisa aguardar a conclusão das análise das contas do governo da petista de 2014 para abrir processo de impeachment. Para Caiado, os decretos não numerados com abertura de crédito especial em 2014 que autorizam as pedaladas fiscais já são suficientes para o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), autorizar a abertura do processo.
Segundo o senador, os decretos liberam crédito suplementar, de mais de R$ 17 bilhões, sem aprovação do Congresso e descumprindo a Constituição Federal e a Lei de Responsabilidade Fiscal.”Diante do momento que estamos vivendo com o rastreamento desses decretos configurando as pedaladas fiscais, a Câmara dos Deputados não precisa mais esperar o término da análise das contas da presidente pelo TCU para abrir o processo de impeachment”, afirmou Caiado nesta segunda-feira, 17, em nota da assessoria de imprensa.


O líder do DEM destacou que, ao mesmo tempo, espera o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) retomar o mais rápido possível o julgamento de ação do PSDB que pretende impugnar o mandato de Dilma. O julgamento foi suspenso na quinta-feira, 13, com dois votos favoráveis e um contrário ao prosseguimento da ação. “Está claro, após as várias delações premiadas, a utilização de caixa 2 para abastecer a campanha do PT”, avaliou.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Portal Coronel Ezequiel

Copyright © Portal Coronel Ezequiel |