18 de novembro de 2015

Estado tem onda de violência com 26 mortes em três dias

Num intervalo de 49 dias, o último fim de semana já é considerado o segundo mais violento do ano no Rio Grande do Norte, com o registro de 26 homicídios ocorridos entre a zero hora da sexta-feira (13) e a meia noite de domingo (15), segundo dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed). O último fim de semana de setembro, entre a sexta-feira (25) e o domingo (27), teve 32 casos de  assassinato.Neste último fim de semana, somente em Natal foram 12 homicídios. Em Felipe Camarão, na Zona Oeste da cidade, cinco homens morreram alvejados a tiros na tarde de domingo.  De acordo com a Coordenadoria de Análises Criminais da Sesed, o primeiro homicídio ocorreu às 14 horas, na rua Mirassol, na calçada da Assembléia de Deus, que estava fechada, em frente a um bar, tendo como vítima Adailson Martins Alves da Silva, 26 anos, ocasião em que também foi alvejado Yure da Silva Alves, 23 anos, que faleceu ao ser socorrido para o hospital.

Entre às 16 horas e 16:5 do domingo, mais três homens foram vitimas de disparos de armas de fogo: o catador de recicláveis Marcone Linhares do Nascimento, 35 anos, foi morto na rua Santa Isabel, onde também cinco pessoas saíram feridas e socorridas para o hospital, sendo que duas mulheres e um homem tiveram atendimento e receberam alta, enquanto duas mulheres permaneciam internadas até à tarde de ontem, mas que não corriam risco de vida.

Também foram assassinados por volta das 16:15 de domingo Leandro Alves Pereira, 22 anos e Jonatas Adriano Faustino de Lima, 16 anos, que caminhavam  na rua da Fé, próximas à “Favela do Fio”, situada em Felipe Camarão. 

Nos casos dos crimes da rua da Fé e Santa Isabel, a informação que se tem é que os suspeitos dos homicídios, não identificados, estavam num carro branco, provavelmente um Siena, segundo moradores da rua Santa Isabel. Já na rua Mirassol, os suspeitos encapuzados chegaram ao local atirando, deixando marcas de balas em duas casas vizinhas à igreja evangélica e em outra ao lado do Bar Nunes.  

O sexto caso de homicídio em Felipe Camarão não entra na contagem do fim de semana da Sesed, porque ocorreu já no começo da madrugada de ontem, quando a vítima Fabiano Santos da Silva, foi baleada na rua Santa Helena, e morreu a caminho do pronto-socorro Clóvis Sarinho. O Boletim de Ocorrência (BO) registrado na Dehom indica que a vítima havia bebido e se dirigia para dormir na casa da mãe, a qual prestou informações à Policia Civil. 

A Sesed segue a orientação da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), vinculada ao Ministério da Justiça, de contar para efeitos estatísticos os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), que acontecem só entre a meia noite de sexta e meia noite do domingo, em todo o país.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Portal Coronel Ezequiel

Copyright © Portal Coronel Ezequiel |