7 de dezembro de 2015

Vasco empata com Coritiba e cai para a Série B pela 3ª vez


Vasco empata com Coritiba e cai para a Série B pela 3ª vezO drama durou até a última rodada. Mesmo com uma impressionante reação no segundo turno, o Vasco caiu para a Série B neste domingo (dia 6/12). Além do fato da equipe apenas empatar com o Coritiba, no Paraná, por 0 a 0, o Figueirense venceu o Fluminense por 1 a 0. Assim, até a vitória não seria o suficiente para a equipe carioca. O Coxa se manteve na Série A. Foi a terceira queda do Vasco em oito anos. A última rodada decretou também o rebaixamento do Goiás (que perdeu do São Paulo por 1 a 0) e do Avaí (que empatou com o Corinthians em 1 a 1), que se juntaram ao Joinville.

O jogo

O início teve manifestação de jogadores contra a corrupção no futebol mundial. Os jogadores ficaram parados depois do primeiro toque de bola. Quando o jogo começou para valer, sob chuva e nervosismo, as equipes tinham dificuldades com o toque de bola. A partida era congestionada no meio de campo. O Vasco tentava pressionar e conseguiu a primeira chance real para abrir o placar apenas aos 14 minutos de jogo, quando Nenê ficou na cara do gol. Ele tentou encobrir Wilson, que conseguiu espalmar.
O Coritiba só conseguiu responder aos 31 minutos, quando Henrique Almeida recebeu a bola de Juan dentro da área e chutou para fora. Era o primeira finalização do time da casa, mas a torcida se animou. A chuva apertava e a tensão também.
A equipe paranaense melhorava na partida, principalmente com Negueba e Kléber Gladiador, que diminuíam o ímpeto dos defensores vascaínos. Com a chuva as quedas eram frequentes e faziam com que o jogo parasse muito. Pelo lado do Vasco, as condições do campo atrapalhavam as articulações do meia Nenê.
Até o final do primeiro tempo, as equipes optaram por cavar faltas para proporcionar chances em bolas alçadas na área. Com raras emoções, as equipes foram para o intervalo com expectativa de reviravolta na etapa final. Com os resultados até aquele momento, bastaria um gol para o Vasco se livrar do rebaixamento. Avaí e Figueirense (os rivais diretos na luta contra o Z4 empatavam os jogos contra Corinthians e Fluminense).

Segundo tempo e a queda

O Vasco voltou mais agressivo à procura da vitória. A primeira chance foi aos dois minutos, quando Mateus, de dentro da área, chutou para fora. Aos três minutos, o Vasco reclamou de um pênalti em cima de Nenê. Comentaristas da Rádio Nacional não viram falta no lance. A essa altura, chegou uma má notícia de Florianópolis para a equipe carioca. O Figueirense havia aberto o placar contra o Fluminense, o que decretava a queda do Vasco. Apesar disso, o time de São Januário pressionava pelo resultado. O Coritiba se fechava e tinha muita dificuldade de sar jogando ou tentar contra-ataques.
Além de não chegar ao gol, outra notícia ruim chegou para o banco do Vasco: o Avaí havia aberto o placar contra o Corinthians. Indiferente aos outros resultados, a equipe carioca lutou por um gol contra a retranca da equipe paranaense e o campo encharcado até o final. Mais do que isso, não conseguiu apagar os efeitos de um primeiro turno com apenas 13 pontos.

Ficha do jogo

6 de dezembro de 2015
Coritiba 0 x 0 Vasco
Local: Couto Pereira – Curitiba – PR
Árbitro: Anderson Daronco – RS (FIFA)
Assistentes: Alessandro A Rocha de Matos – BA (FIFA) e Guilherme Dias Camilo – MG (FIFA)
Quarto Árbitro: Nielson Nogueira Dias – PE (ESP-2)
Coritiba: Wilson, Leandro Silva, Walisson Maia, Juninho, Carlinhos, Alan Santos (Rafael Marques), Cáceres (Ícaro), Juan (Thiago Lopes), Negueba, Kléber e Henrique Almeida
Técnico: Pachequinho
Vasco: Martín Silva, Madson, Rodrigo, Luan, Julio Cesar, Serginho, Diguinho (Mateus Pet), Bruno Gallo (Leandrão), Nenê, Riascos (Rafael Silva) e Jorge Henrique
Técnico: Jorginho
Cartões:
Amarelos: Negueba (Coritiba)
Vermelhos: Jorge Henrique (Vasco)
Público Pagante e Total
Público Pagante: 10.322
Público Total: 13.228
EBC
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Portal Coronel Ezequiel

Copyright © Portal Coronel Ezequiel |