22 de setembro de 2016

Ex-ministro da Fazenda Guido Mantega é preso na 34ª fase da Lava-jato

Do Portal CBN
O ex-ministro Guido Mantega foi preso no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde acompanhava a mulher. A nova fase da operação foi batizada de ‘Arquivo X’. São cumpridos 49 mandados, sendo 33 de busca e apreensão, oito de prisão temporária e oito de condução coercitiva.
Aproximadamente 180 policiais federais e 30 auditores fiscais estão cumprindo as determinações judiciais em cidades nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Bahia e Distrito Federal.
Segundo a PF, a 34ª fase da Lava-jato investiga a contratação contratçaão pela Petrobras de duas empresas para a construção de duas plataformas, a P-67 e a P-70.
Foi verificado que em 2012, o então ministro da Fazenda, Guido Mantega, teria atuado diretamente junto ao comando de uma das empresas para negociar o repasse para pagamento de dívidas de campanha de partido político. Os valores teriam como destino pessoas já investigadas na Lava-jato e que atuavam na propaganda de campanhas.
São apuradas as práticas, dentre outros crimes, de corrupção, fraude em licitações, associação criminosa e lavagem de dinheiro.
O nome ‘Arquivo X’ dado à operação é uma referência a um dos grupos empresarias investigados e que tem como marca a colocação e repetição do ‘X’ nos nomes das pessoas jurídicas integrantes do seu conglomerado empresarial.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Portal Coronel Ezequiel

Copyright © Portal Coronel Ezequiel |